Cone Pressiométrico

O cone pressiométrico é um dispositivo desenhado por forma a aplicar uma pressão uniforme à paredes de um furo por meio de uma membrana expansiva flexível. Este ensaio in situ  mede a resistência do solo e a sua rigidez com níveis de deformações tão baixos como 0,01%.

O cone pressiométrico é composto por um par de braços extensíveis calibrados alojados numa membrana de borracha insuflável, inseridos, para uma maior durabilidade, numa lanterna chinesa expansível. O dispositivo é acoplado a um sistema CPT e empurrado até à profundidade pretendida. Com o ensaio CPT pausado, a membrana é insuflada usando patamares de tensão e deformação controladas.

Durante o periodo de aquisição, dois ciclos de carga e descarga são realizados para determinar os parâmetros de rigidez a 0,01% dos níveis de deformação e a resistência ao corte não drenada de argilas (com base em Houlsby & Withers, 1998).

O cone pressiométrico é uma alternativa económica e eficiente aos métodos convencionais de ensaio pressiométrico auto-perfurante e de Ménard (PMT). Este ensaio pode ser realizado, com sucesso, numa vasta gama de solos desde argilas moles a rijas, e areias muito soltas a compactas.